RECRUTAMENTO | 15000 pessoas para o sector social

Até agora, “foram aprovadas 5.800 pessoas para instituições do setor social e o objetivo é colocar cerca de 15 mil até ao fim de 2020“, disse Ana Mendes Godinho, em entrevista ao Expresso

lares recrutamento

Como funcionam os apoios?

Para os destinatários:
Bolsa mensal, nos seguintes termos: para os desempregados subsidiados, uma bolsa mensal complementar de montante correspondente ao valor Indexante dos Apoios Sociais (IAS) (€438,81); restantes desempregados ou trabalhadores, uma bolsa mensal de montante correspondente ao valor de 1,5 vezes o valor do IAS (€658,22);
Alimentação, referente a cada dia de atividade;
Despesas de transporte até ao valor de 10% do IAS (€43,88), mediante comprovativo da despesa (caso o transporte entre a residência habitual e o local da atividade, não seja assegurado pela entidade);
Seguro que cubra os riscos que possam ocorrer durante e por causa do exercício das atividades integradas no projeto;
Equipamento de proteção individual adequado à realização da atividade prevista no âmbito do projeto.

Para as entidades promotoras

As entidades asseguram o pagamento da bolsa a que os destinatários têm direito, competindo ao IEFP, assegurar a comparticipação de 90% desse montante;
Nas situações em que a entidade não possa assegurar o transporte do destinatário, o subsídio de transporte é comparticipado integralmente pelo IEFP, e é pago à entidade no momento do encerramento de contas do projeto;
As despesas relativas à refeição e seguros, são inteiramente suportadas pela entidade promotora.

Como se candidatar?

Para aceder a esta nova medida, as entidades devem preencher o formulário disponível no portal do IEFP, através deste link, na coluna lateral direita em ‘documentação relacionada’, enviá-lo por correio eletrónico para Serviço de Emprego correspondente ao estabelecimento (pode consultar aqui) – que surge automaticamente ao concluir o preenchimento do formulário -, e aguardar resposta do IEFP. De acordo com a tutela, a resposta será enviada no prazo máximo de dois dias úteis.

Recrutamento de Carteiros | 9º ano | A partir de 18 anos de idade

carteiros ctt recrutamento

Os CTT estão a reforçar a sua equipa de carteiros.
Os CTT – Correios de Portugal são o operador postal universal em Portugal, operando também em Espanha e em Moçambique. Desenvolvem atividades de correio, de expresso e encomendas e de serviços financeiros.
São também os únicos acionistas do Banco CTT (veja as vagas em aberto aqui »), um banco com uma oferta simples mas completa de serviços bancários para particulares.

Condições de acesso

  • pelo menos 18 anos
  • 9.º ano de escolaridade
  • carta de condução de ligeiros ou de motociclos
  • bom relacionamento interpessoal e espírito de equipa
  • facilidade de comunicação

Candidaturas
Para se candidatar e fazer parte da equipa de Carteiros dos CTT terá de ver aqui as vagas e preencher o formulário de inscrição.

Assistentes Administrativos [9.º e 12.º ano de escolaridade] RECRUTAMENTO

Estão em aberto mais de 100 vagas para Assistentes administrativos em empresas de todo o país.

DESCRIÇÃO DAS TAREFAS
Entre as funções de assistente administrativos estão as seguintes:
– suporte na área da gestão;
– administração de processos logísticos;
– administração de processos operacionais;
– gestão de recursos humanos;
– administração de processos financeiros e legais;
– gestão de processos diários focados no bom funcionamento das empresas;
As empresas com vagas em aberto para Assistente Administrativo procuram também candidatos que possam responder a e-mails, fazer o atendimento telefónico, emitir faturas e outros documentos legais, efectuar os serviços de pós-venda, fazer o atendimento a clientes e atualizar as bases de dados.

ESCOLARIDADE
A maioria das vagas em aberto para Assistente Administrativo tem como escolaridade necessária o 9º ano ou o 12º ano, sendo que em muitas das vagas não é necessária experiência na área.

CANDIDATURAS
Pode ver aqui a listagem de todas as vagas em aberto para as funções de Assistente Administrativo bem como fazer a sua candidatura às vagas que forem de encontro ao seu perfil e preferência.

Câmaras Municipais [Mais de 50 Vagas] » A partir do 4º ano escolaridade

Trabalhar numa Câmara Municipal é um motivo de orgulho e de segurança no mundo do trabalho.
Para quem procura uma oportunidade para entrar no mundo do trabalho municipal são diversas as oportunidades que estão em aberto.
Todas as vagas estão disponíveis no portal do recrutamento público e podem ser consultadas aqui.
Destacamos as ofertas para Assistentes operacionais que incluem funções como Serviço de Equipamentos e Manutenção – Pedreiro, Serviço de Equipamentos e Manutenção – Pintor e Serviço de Infraestruturas Eléctricas, Telecomunicações e Gás – Serralheiro e que podem ser consultadas aqui.
Estas Vagas têm associados diversos vencimentos que vãos dos 645€/ mês aos 1205,08€/mês.
A escolaridade necessária para se poder candidatar a estas vagas começa no 4º ano de escolaridade.

DESCRIÇÃO DAS FUNÇÕES
Referência A: Serviço de Equipamentos e Manutenção – Pedreiro
1. Assegurar a realização das operações de manutenção, conservação e reabilitação dos edifícios e arruamentos, equipamentos e infraestruturas municipais a efetuar por administração direta, incluindo execução de pavimentos de edifícios, alvenarias, passeios, bem como a execução de outros trabalhos diversos de construção e conservação de edifícios e vias municipais;
2. Assegurar a conservação e manutenção de equipamentos e mobiliário urbano;
3. Assegurar tarefas de apoio a eventos.
Referência B: Serviço de Equipamentos e Manutenção – Pintor
1. Assegurar a realização das operações de manutenção, conservação e reabilitação dos edifícios, equipamentos e infraestruturas municipais a efetuar por administração direta, incluindo preparação e pinturas de edifícios, preparação e pintura de peças de madeira, preparação e pintura de peças metálicas, bem como a execução de outros trabalhos diversos de pinturas;
2. Assegurar a conservação e manutenção de equipamentos e mobiliário urbano.;
3. Assegurar tarefas de apoio a eventos.
Referência C: Serviço de Infraestruturas Eléctricas, Telecomunicações e Gás – Serralheiro
1. Efectuar a instalação, reparação e manutenção de equipamentos mecânicos, pneumáticos e hidráulicos, procedendo à regulação, afinação e substituição de peças, órgãos e dispositivos auxiliares, de acordo com as especificações técnicas dos equipamentos e respeitando as normas de segurança, higiene e saúde no trabalho e de protecção do ambiente.
2. Analisar e interpretar documentação técnica relativa às máquinas e equipamentos mecânicos, pneumáticos e hidráulicos, nomeadamente desenhos, esboços, esquemas, normas e regulamentos;
3. Executar a soldadura de conjuntos e estruturas metálicas, utilizando os equipamentos e ferramentas adequadas;
4. Cumprir as instruções de trabalho e as exigências de qualidade definidas para o produto;
5. Auto-controlo das soldaduras executadas;
6. Manutenção primária ao equipamento de soldadura.

A caracterização dos postos de trabalho não prejudica a atribuição de funções afins ou funcionalmente ligadas, para as quais o trabalhador detenha a qualificação profissional adequada e que não impliquem desvalorização profissional.